FANDOM


Warning copy Alerta de Spoiler: Este artigo ou seção contém detalhes sobre enredos não abordados no anime. Não prossiga a menos que você queira ser estragado.

«Ymir» (ユーミル, Yūmiru?) é a empresa que adquiriu o ALfheim Online depois que o jogo foi suspenso, devido aos experimentos desumanos realizados por uma pequena equipe da RECT Progress Inc., liderada por Sugou Nobuyuki.

BackgroundEditar

Depois que as experiências desumanas de Sugou em 300 sobreviventes de SAO capturados na área bloqueada pelo administrador no topo da Árvore Mundial em ALfheim Online foram divulgadas publicamente, a RECT e toda a indústria VRMMO sofreram um grande golpe. O RECT Progress foi dissolvido devido a esses experimentos e até mesmo o escritório principal do RECT sofreu pesadas perdas, enquanto o ALO teve que ser suspenso.

Neste momento, ex-jogadores do ALO que tinham muitas pessoas de empresas de risco, fundaram uma nova empresa, Ymir, que comprou todos os dados do ALO, da RECT por uma pequena taxa e restabeleceu o mundo de ALfheim, melhorando-o com várias mudanças importantes. Devido aos dados comprados do ALO, incluindo dados copiados do antigo servidor Sword Art Online, Nova Aincrad (com várias alterações do Aincrad original no SAO) e Habilidades de Espada foram introduzidos no ALfheim Online e sobreviventes do SAO puderam herdar seus dados avatar do SAO. A empresa também estabeleceu Cidade Yggdrasil no lugar da alegada Cidade Flutuante e introduziu um novo tipo de Habilidades de Espada, Habilidades de Espada Original. Todos os ex-jogadores do ALO foram capazes de herdar seus dados de avatar do antigo ALO e apenas menos de 10% dos jogadores saíram devido ao incidente do RECT.

Funcionários possíveisEditar

  • Marinca (apareceu no final não-canônico de Calibur)

TriviaEditar

  • O nome «Ymir» é provavelmente uma referência à mitologia nórdica. Ymir foi o ancestral dos gigantes de Jötunheim e do ser primevo, cujo corpo foi usado pelos deuses Odin, Vili e Vé para modelar a Terra.